segunda-feira, 26 de outubro de 2009

textos com tinterpretações

O disfarce dos bichos
Você já tentou pegar um galhinho seco e ele virou bicho, abriu asas e voou? Se isso aconteceu é porque o graveto era um inseto conhecido como "bicho-pau". Ele é tão parecido com o galhinho, que pode ser confundido com o graveto. Existem lagartas que se parecem com raminhos de plantas. E há grilos que imitam folhas.Muitos animais ficam com a cor e a forma dos lugares em que estão. Eles fazem isso para se defender dos inimigos ou capturar outros bichos que servem de alimento. Esses truques são chamados de mimetismo, isto é, imitação.O cientista inglês Henry Walter Bates foi quem descobriu o mimetismo. Ele passou 11 anos na selva amazônica estudando os animais.MAVIAEL MONTEIRO, JOSÉ.Bichos que usam disfarces para defesa. Folhinha, 6 nov. 1993.

1) A partir da leitura do texto, podemos dizer que ele é do gênero:
( ) instrucional ( ) guia turístico ( ) enciclopédia ( ) dicionário

2) De acordo com o texto, O bicho-pau se parece com:
( ) florzinha seca. ( ) folhinha verde. ( ) galhinho seco. ( ) raminho de planta.

3) Que nome recebe os truques que os animais fazem para adaptar aos lugares? _________________________________________________________________________
4)” 4)"Você já tentou pegar um galhinho seco e ele virou bicho, abriu asas e voou?!"A palavra em destaque ele, se refere a quem? ( )ao bicho ( ) ao galho

Feias, sujas e imbatíveis

As baratas estão na Terra há mais de 200 milhões de anos, sobrevivem tanto no deserto como nos pólos e podem ficar até 30 dias sem comer. Vai encarar?Férias, sol e praia são alguns dos bons motivos para comemorar a chegada do verão e achar que essa é a melhor estação do ano. E realmente seria, se não fosse por um único detalhe: as baratas.Assim como nós, elas também ficam bem animadas com o calor. Aproveitam a aceleração de seus processos bioquímicos para se reproduzirem mais rápido e, claro, para passearem livremente por todos os cômodos de nossas casas.Nessa época do ano, as chances de dar de cara com a visitante indesejada, ao acordar durante a noite para beber água ou ir ao banheiro, são três vezes maiores.Revista Galileu. Rio de Janeiro: Globo, Nº 151, Fev. 2004, p.26.5)

O texto acima é do gênero: ( ) poético ( )narrativo/informativo ( )narrativo/descritivo ( )instrucional

6)No trecho “Vai encarar?” (l.2), o ponto de interrogação tem o efeito de:
( ) apresentar .( ) avisar. ( ) desafiar. ( ) questionar.

Continho

Crônicas. São Paulo: Ática, 1996, v.1. p. 76.Era uma vez um menino triste, magro e barrigudinho. Na soalheira danada de meio-dia, ele estava sentado na poeira do caminho, imaginando bobagem, quando passou um vigário a cavalo.— Você, aí, menino, para onde vai essa estrada? — Ela não vai não: nós é que vamos nela.— Engraçadinho duma figa! Como você se chama?— Eu não me chamo, não, os outros é que me chamam de Zé.MENDES CAMPOS, Paulo, Para gostar de ler

7) Podemos dizer que o texto possui gênero: ( ) poético ( )instrucional ( )humorístico ( )dicionário

8) Há traço de humor no trecho: ( ) “Era uma vez um menino triste, magro”.
( ) “ele estava sentado na poeira do caminho”. ( ) “quando passou um vigário”.
( ) “Ela não vai não: nós é que vamos nela”.

9)O que quer dizer a expressão ”Na soalheira danada de meio-dia,...”__________________________

10)Reescreva a frase passando as palavras em destaque para o aumentativo:“Era uma vez um menino triste, magro e barrigudinho” ________________________________________________________

EU SOU ISSO?

BERNARDO, CORPO PEQUENO COM QUATRO ANOS SÓ, CHEGA EM CASA E FALA, UMA FALA QUE QUASE SÓ A MÃE ENTENDE: A PROFESSORA MANDOU FAZER UMA PESQUISA SOBRE O CORPO HUMANO.
A MÃE PERGUNTA SE ELE SABE O QUE É ISSO.
___SEEEI, MÃE. É UM BRAÇO, O OUTRO BRAÇO, UMA PERNA, A OUTRA PERNA, UM PÉ, O OURO PÉ...
___UMA CABEÇA, A OUTRA CABEÇA ___O PAI BRINCA.
___NÃÃÃÃO, PAI, UMA CABEÇA SÓ.
ASSENTADO NO CHÃO, TESOURA DE PONTA REDONDA NA MÃO, REVISTAS COLORIDAS POR PERTO, ELE RECORTA UM PÉ, OUTRO PÉ, UM BRAÇO, OUTRO BRAÇO, E COLA TUDO NO PAPEL.
NO OUTRO DIA LEVA TUDO PRA ESCOLA E, QUANDO VOLTA, VAI TOMAR BANHO.
A MÃE DIZ:
___OLHA, BÊ, VOCÊ JÁ TOMA BANHO SOZINHO, NÃO TOMA?
___EU TOMO.
POIS É, ENTÃO VOCÊ VAI TOMAR. E VAI ME FALANDO QUANDO LAVAR A MÃO, AS COSTAS, A BARRIGA, TÁ LEGAL? VOU FICAR AQUI POR PERTO, TE OUVINDO E FAZENDO AS MINHAS COISAS, TÁ?
___TÁ.
ELE ENTRA NA BANHEIRA E COMEÇA.
___Ô MÃE, TOU LEVANDO UM BRAÇO, O OUTRO BRAÇO, UMA PERNA, A OURA PERNA, UM PÉ O OUTRO PÉ...MÃE!!!
A MÃE CORRE, O GRITO FOI ALTO DEMAIS. MAS FALA MENOS QUE O OLHAR DELE, DESCOBRINDO E INTERROGANDO:
___MÃE, EU SOU CORPO HUMANO?
(VIANA, VIVIANA DE ASSIS. EU SOU ISSO?BELO HORIZONTE, LÊ, 1985.)

1) COMPREENDENDO O TEXO:
A) HÁ PERSONAGEM NESTE TEXTO? QUEM?
_____________________________________________________________________________
B)A AUTORA TEVE UM OBJETIVO AO ESCREVER ESTE TEXTO. QUAL FOI?
______________________________________________________________________________
C) QUAL O ASSUNTO DA CONVERSA DO BERNARDO COM OS PAIS?
______________________________________________________________________________
D) POR QUE ELE ESTAVA CONVERSANDO COM OS PAIS SOBRE AS PARTES DO CORPO HUMANO?
______________________________________________________________________________
E) O QUE A MÃE DO BERNARDO PEDIU QUE ELE FIZESSE?
______________________________________________________________________________
f)E O QUE BERNARDO DESCOBRIU?
______________________________________________________________________________
G) O QUE SIGNIFICA O TÍTULO DO TEXTO?
______________________________________________________________________________
H) POR QUE O MENINO AO FAZER SUA TAREFA USOU UMA TESOURA SEM PONTA?
______________________________________________________________________________
2) AGORA A PROFESSORA VAI LISTAR TODAS AS PARTES DO CORPO HUMANO NA LOUSA.
A) ORGANIZE A LISTA QU A PROFESSORA FEZ EM ORDEM ALFABÉTICA:
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


B) ORGANIZE AS PALAVRAS DA LISTA DENTRO DO QUADRO ABAIXO:
PARTE DA CABEÇA
PARTES DO TRONCO
PARTES DOS MEMBROS (BRAÇOS E PERNAS)

3) MARQUE UM X NAS PALAVRAS QUE NÃO FAZEM PARTE DO MESMO GRUPO:
( ) QUADRO ( )JOELHO ( ) FACA

( ) LÍNGUA ( ) BOCA ( ) MACACO

( ) MÃO ( ) CABEÇA ( )ESTOJO

4) USE AS PALAVRAS PARA FORMAR FRASES, COMO NO EXEMPLO:

VÍRGULAS (,) SEPARAM LISTAS DE DUAS OU MAIS PALAVRAS.

EXEMPLO:AVIÃO, CARRO, BICICLETA E JIPE SÃO MEIOS DE TRANSPORTES.

A) JOELHO COXA PÉ PERNA CALCANHAR.
_________________________________________________________________________________
B)OLHOS OUVIDOS BOCA NARIZ.
_________________________________________________________________________________
C)LÁPIS BORRACHA CANETA CADERNO.
_________________________________________________________________________________

5)RETIRE DO TEXTO :
A) UMA FRASE INTERROGATIVA
_______________________________________________________________________________________
B) UMA FRASE EXCLAMATIVA
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
6) COLOQUE NOME EM CADA PARTE:TRONCO, MEMBRO E CABEÇA.


ALUNO(A)________________________________________________
















A aposta
Amélia é uma velhinha muito ativa e trabalhadeira.
Um dia ela entrou no ônibus carregando uma cesta. O cobrador ouviu um barulho e perguntou-lhe:
— A senhora está levando uma galinha na cesta?
Amélia pensou, pensou e respondeu:
— Hum... Galinha? Não... Não há galinha nenhuma na cesta.
O cobrador insistiu tanto que Amélia resolveu fazer uma aposta:
— Senhor cobrador, se for galinha, eu desço agora do ônibus... Se não for, eu viajo de graça.
— Muito bem! – disse o cobrador confiante. – Concordo!Amélia, então, levantou a tampa da cesta e um galo de crista bem vermelhinha cantou satisfeito:
— Cocorocó!...
— Viu só? Eu não disse que não era galinha?!
O cobrador riu e deixou a velhinha viajar de graça.
Luciana M. M. Passos. Adaptação de conto popular.
a) Qual o nome do personagem principal? __________________________________________________________________________________
b) Qual a profissão do outro personagem?
_____________________________________________________________ _____________________
c) Quantos parágrafos têm esse texto?
__________________________________________________________________________________
d) Onde se passa a história?
________________________________________________________________________-________
e) Escreva a sua opinião sobre Amélia, sobre o cobrador e sobre a situação vivida por eles na história.

f) Você acha que é permitido carregar animais em veículo de transporte público? Por quê? ___________________________________________________________________
g) Você já presenciou uma situação como a da história dentro de um ônibus? Se a resposta for positiva, descreva como aconteceu!
2. Reescreva a frases e substitua as palavras em destaque por sinônimos tirados do texto:
a) A velhinha é esperta. _________________________________________________________________
b) O cobrador teimou._________________________________________________________________
c) — Muito bem! – disse o cobrador seguro.________________________________________________
3. Escreva o antônimo das palavras abaixo:
a) barulho:_____________b) desço _____________c) satisfeito ___________d) concordo _____________

4. Escreva as frases no plural:
a) A criança brinca com seu brinquedo de plástico.
________________________________________________________________________________
b) O menino quebrou a vidraça azul de seu Joaquim.
________________________________________________________________________________
c)A molecada joga bola na quadra do colégio.
___________________________________________________________________
5) Faça a concordância necessária:Eu gosto de passear. Ele____________________________Nós___________________________Eles______________________

7)Das frases abaixo classifique o sujeito:
a) O cobrador ouviu um barulho._________________________________________________________
b)Amélia fez uma aposta._________________________________________________________
c)Um galo de crista bem vermelhinha cantou._____________________________________

9)Observe a seguinte frase:”Um dia ela entrou no ônibus carregando uma cesta”.
O pronome Ela se refere : ( ) a cesta ( ) a velhinha

8)Escreva uma frase com as seguintes palavras:Circo- palhaço- espetáculo- pessoas-______________________________________________________________________________________
TEXTO NARRATIVO : A PIPA E A FLOR

Era uma vez uma pipa de cara risonha que ficou enfeitiçada por uma florzinha maravilhosa. Não conseguindo mais viver sem ela, deu sua linha para a flor segurar. A flor, então soltou a linha para a pipa voar bem alto.Mas a flor, aqui de baixo, percebeu que estava ficando triste. Não, não é que estivesse ficando triste. Estava ficando com raiva . Que injustiça que a pipa pudesse voar tão alto, e ela tivesse de ficar plantada no chão. E teve inveja da pipa.Tinha raiva ao ver a felicidade da pipa, longe dela....Tinha raiva quando via as pipas lá em cima, tagarelando entre si. E a flor, sozinha, deixada de fora.-Se a pipa me amasse de verdade não poderia estar feliz lá em cima longe de mim. Ficaria o tempo todo comigo....E a inveja juntou-se ao ciúme.Inveja é ficar infeliz vendo as coisas bonitas e boas que os outros têm, e nós não.Ciúme é a dor que dá quando a gente imagina a felicidade do outro, sem que a gente esteja com ele.E a flor começou a ficar malvada.Ficava emburrada quando a pipa chegava.Exigia explicação de tudo.E a pipa começou a ter medo de ficar feliz, pois sabia que isto faria a flor sofrer.E a flor foi aos poucos, encurtando a linha.A pipa não mais podia voar.Via, ali do baixinho, de sobre o quintal( esta era toda a distância que a flor lhe permitia voar) as outras pipas, lá de cima...E sua boca foi ficando triste. E percebeu que já não gostava tanto da flor, como no inícioRubens Alves, A pipa e a flor. São Paulo, Loyola, s/d.,3ª edição.

1-Responda com base no texto:a) O que a pipa sentiu quando subiu bem alto? ______________________________________________________________________
b) Para a pipa, o que era bom saber quando estava lá no alto? ______________________________________________________________________
C) Quem, lá embaixo, esperava a pipa? ______________________________________________________________________

2) Complete as frases com as palavras do quadro, de acordo com o texto:
Ciúme triste inveja raiva
a)A flor percebeu que estava ficando.................................................................................
b) Ela estava também com...................................................................................................
c) E teve.............................................................da pipa.
d) E a inveja juntou-se o......................................................................................................

3) Complete as duas frases do texto que mostram as razões de a flor ficar com tanta raiva da pipa:
a) Tinha raiva................................................................................................................
b)Tinha raiva.................................................................................................................

4) Copie do texto o que a flor pensava quando a pipa estava longe dela: ______________________________________________________________________________________

5) O que o narrador escreveu sobre:a) A inveja...............................................................................................................................
b) O ciúme..............................................................................................................................
6) Complete as frases com as alternativas que caracterizam a flor e a pipa:a) a flor começou a ficar ........................................................................................................( )arrependida ( ) bondosa ( ) malvada
7)Por que a pipa não podia mais voar? ______________________________________________________________________________________
8) Qual foi o sentimento da pipa em relação à flor, quando via as outras pipas voando lá em cima? ______________________________________________________________________________________
9)O que você faria se estivesse no lugar da flor? ________________________________________________________________________
10)Quem é o autor dessa história? ________________________________________________________________________


EXTO INSTRUCIONAL : GÊNERO –RECEITA
CUCA DE BANANA
INGREDIENTE:
06 BANANAS MADURAS0
2 COLHERES DE MARGARINA OU MANTEIGA,
MAIS 1 PARA AS BANANAS
02 OVOS (BATER AS CLARAS SEPARADAS)
01 XÍCARA DE LEITE
03 XÍCARA DE FARINHA DE TRIGO
01 COLHER DE CHÁ DE FERMENTO EM PÓ

PARA A FAROFA:
¹/² TABLETE DE MANTEIGA250 G DE AÇÚCAR
100 G DE FARINHA DE TRIGO, CANELA E BAUNILHA.

MODO DE FAZER:
NUMA FÔRMA, FAÇA UMA CAMADA DE BANANA EM RODELAS COM MANTEIGA DERRETIDA E AÇÚCAR. EM UM RECEPIENTE, BATA AS GEMAS COM O AÇÚCAR, JUNTE O LEITE, O FERMENTO E A FARINHA E, POR ÚLTIMO, AS CLARAS EM NEVE. JOGUE POR CIMA DAS BANANAS E LEVE PARA ASSAR. FAÇA UMA FAROFA COM MANTEIGA, A FARINHA, O AÇÚCAR, A BAUNILHA E A CANELA. ESPALHE SOBRE A CUCA E DEIXE DOURAR. SIRVA MORNA.

RENDIMENTO:10 PORÇÕES.

1- COMPREENDENDO O TEXTO:

A) QUAL A FINALIDADE DO TEXTO QUE VOCÊ ACABOU DE LER? ______________________________________________________________________

B) ONDE PODEMOS ENCONTRAR ESSE TIPO DE TEXTO? ______________________________________________________________________

C) EM QUANTAS PARTES PODEMOS DIZER QUE O TEXTO FOI DIVIDIDO? QUAIS SÃO ELAS? ______________________________________________________________________

D) SE TIRÁRMOS UMA PARTE DO TEXTO, VAMOS CONSEGUIR FAZER A RECEITA COM SUCESSO? POR QUÊ? ______________________________________________________________________

E) NO TEXTO ENCONTRAMOS VÁRIAS FORMAS VERBAIS QUE DÃO ORDEM, MANDAM FAZER ALGO. IDENTIFIQUE-AS :_____________________________________________________________________________________

2 –CONSTRUA FRASES USANDO AS SEGUINTES DE PALAVRAS: A)LEITE..............................................................................................................................

B)FERMENTO................................................................................................................................................................................................................................................................

C)FAROFA.........................................................................................................................

D)BANANAS......................................................................................................................

3 – ORDENE OS CONJUNTOS DE PALAVRAS ABAIXO EM FRASES:
A) O AÇUCAR CLARAS COM BATA AS


B)ASSAR A CUCA AO FORNO PARA LEVE_________________________________________


NO CIRCO

AOS SÁBADOS E DOMINGOS DIVERTA O PÚBLICO INTRODUZINDO A CABEÇA NA BOCA DO LEÃO. AO FINAL DO NÚMERO RECEBIA APLAUSOS E PRESENTEAVA A FERA COM A NECESSÁRIA CARÍCIA NO PESCOÇO.COM O TEMPO CANSOU-SE DE MISÉRIA. MORDIA OS LÁBIOS DE RAIVA QUANDO, AO COMER NO PEQUENO PRATO DE FARINHA, VIA O DOMADOR PASSANDO COM AS POSTAS DE CARNE.PARA VINGAR-SE NÃO MAIS AFAGOU O PESCOÇO DA FERA. UM DIA PISOU-LHE COM FORÇA NA CAUDA.NO SÁBADO SEGUINTE APRESENTOU-SE NO PICADEIRO COM SEU UNIFORME DE GALA. AO ENTRAR NA JAULA NÃO SE ASSUSTOU COM O RUGIDO.FOI COM DESCONSOLO E RESIGNAÇÃO QUE ENTERROU A CABEÇA NO ENORME BURACO ESCURO. ESTA NOITE NÃO HAVIA MAIS APLAUSOS.(LUIZ FERNANDO EMEDIATO. OS LÁBIOS ÚMIDOS DE MERILYN MONROE.SÃO PAULO,ÁTICA, 1978.)
1- REPENSANDO SOBRE O TEXTO:
A- PODEMOS DIZER QUE O TEXTO ACIMA POSSUI O GÊNERO INSTRUCIONAL? POR QUÊ?

B-O TEXTO INICIA NARRANDO UM ATO DE CORAGEM NO PICADEIRO DO CIRCO.QUE ATO CORAJOSO É ESSE?

C- AFINAL, QUEM FOI A PESSOA QUE PRATICOU ESSE ATO?

D- QUEM FICOU REVOLTADO COM A MISÉRIA QUE RECEBIA TODOS OS DIAS? O LEÃO OU DOMADOR?

E- O QUE FEZ A PERSONAGEM POR ESTAR REVOLTADO?

F- A MORTE DA PERSONAGEM FOI ACIDENTAL?JUSTIFIQUE SUA RESPOSTA:

G- REESCREVA O QUE ACONTECEU NO PICADEIRO NO SÁBADO SEGUINTE



2-SEPARE AS SÍLABAS DAS SEGUINTES PALAVRAS:
PRESENTEAVA
FARINHA-________________________RAIVA
CAUDA--________________________ DOMINGO- NECESSÁRIA_____________________MORDIA-
RAIVA-__________________________NOITE- ___________________COM-

3- FORME PALAVRAS COM AS SÍLABAS DO QUADRO ABAIXO:
SAL RA JO OI LU URU A TO E IDA NHA RU LHO DE GUAI



4- TRANSFORME OS CONJUNTOS DE PALAVRAS ABAIXO EM FRASES:
A- BRINCAR VONTADE TENHO
B- HÁ NAS CARROS MUITOS RUAS
C- ESCOLA É NOSSA GRANDE
D- DAS DEVEMOS CRIANÇAS CUIDAR ABANDONADAS
5- SEI QUE VOCÊ É MUITO ESPERTO E VAIS ACERTAR O DITADO QUE AGORA VOU FAZER:

Texto Narrativo

Leia:Monteiro Lobato estava sempre criando novas histórias. A turma do Sítio do Pica-pau Amarelo viveu muitas aventuras com personagens famosos, tais como: Pequeno Polegar, Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho, Popeye,Gato Félix, Dom Quixote e muitos outros.Leia um trecho de uma dessas aventuras em que Pedrinho, Emília e o Visconde vão pra a Grécia Antiga, viver uma grande aventura com Hércules,um grande herói grego.Para isso, utilizam o pó de pir lim pim pim. Troque idéias com seus colegas sobre o que esse pó faz.
Preparativos.
Pedrinho explicou ao Visconde os seus planos da nova viagem pelos tempos heróicos da Grécia Antiga.
“Vamos nós três, eu, você e a Emília.”(…)
— Que quantidade de pó quer? — indagou o Visconde.— Um canudo bem cheio.O pó de pir lim pim pim era conduzido num canudinho de taquara-do-reino,bem atado à sua cintura. Ele tomava todas as precauções para não perder o precioso canudo, pois do contrário não poderia voltar nunca mais. Mas como em aventuras arrojadas a gente tem de contar com tudo, o Visconde sugeriu uma idéia ditada pela prudência.— O melhor é levarmos três canudos, um com você, outro comigo e outro com a Emília. Desse modo ficaremos três vezes mais garantidos.(…)2No terceiro dia pela manhã já tudo estava pronto para a partida.Pedrinho deu uma pitada de pó a cada um e contou: Um… dois e … TRÊS! Na voz de Três, todos levaram ao nariz as pitadinhas e aspiraram-nas a um tempo.Sobreveio o fiun e pronto.Instantes depois Pedrinho, o Visconde e Emília acordavam na Grécia Heróica, nas proximidades da Neméia. Era para onde haviam calculado o pó,pois a primeira façanha de Hércules ia ser a luta do herói contra o leão da lua que havia caído lá.O pó de pir lim pim pim causava uma total perda dos sentidos, e depois do desmaio vinha uma tontura da qual os viajantes saíam lentamente. Quem primeiro falou foi Emília:— Estou começando a ver a Grécia, mas tudo muito atrapalhado ainda… Parece que descemos num pomar…(…)LOBATO, M. Os Doze Trabalhos de Hércules. São Paulo: Brasiliense, 19ª edição, 1995.
Responda:
1. Localize no texto:a) O nome das personagens que aparecem na história.

b) O local onde essas personagens estavam e o local para onde elas foram.

c) Como as personagens conseguiram chegar lá.

d) Quem elas iriam encontrar lá.

2. Quem era o principal responsável pelo pó?

3. O que aconteceria se eles perdessem o pó?

4. O que as personagens fazem para evitar perder o pó?

5. Explique o sentido do trecho:“Mas como em aventuras arrojadas a gente tem de contar com tudo, o Visconde sugeriu uma idéia ditada pela prudência.”

6. Quando uma pessoa aspirava o pó, o que sentia?

7. Qual seria a primeira aventura de Hércules que as personagens iriam presenciar?


8. O que você acha que as personagens sentiram quando viram Hércules lutando contra o leão?

9. Você acha que Hércules conseguiu derrotar o leão? Por quê?

10. Faça a correspondência entre as personagens e a sua principal característica:
Pedrinho

Visconde

Emília esperta
atrevida
corajoso
sábio
prudente
11. Você conhece outra aventura vivida pela turma do sítio com algumapersonagem bem conhecida como Hércules?

12. Observe e marque os verbos dos trechos abaixo:
a) Pedrinho explicou ao Visconde os seus planos de nova viagem pelos tempos heróicos da Grécia Antiga.
b) “Vamos nós três, eu, você e a Emília”.
c) O pó de pirlimpimpim era conduzido num canudinho de taquara-do-reino (...).
d) No terceiro dia pela manhã já tudo estava pronto para a partida.
e) Pedrinho deu uma pitada de pó a cada um e contou: Um… dois e … TRÊS!f) Instantes depois Pedrinho, o Visconde e Emília acordavam na Grécia Heróica(...).
g) O pó de pirlimpimpim causava uma total perda dos sentidos, (...).
h) Quem primeiro falou foi Emília:
i) — Estou começando a ver a Grécia, (...).
j) Parece que descemos num pomar…















..........Texto narrativo - gênero:Fábula..........
O VELHO BURRINHO
Certa vez, uns homens tinham de fazer uma longa viagem e havia muita carga para ser levada pelos burros.Resolveram, então, deixar que cada burro escolhesse o que queria carregar. O mais velho dos burros, que foi o primeiro a escolher, decidiu carregar o balaio maior, o mais pesado de todos, aquele que levava a comida dos homens.
Os outros burros caíram na risada:¾ Mas que burro! Quanto mais velho, mais burro...E lá se foi o burrinho velho com todo aquele peso às costas e, ainda por cima, ouvindo a gozação dos companheiros. Mas, à medida que a viagem seguia, a cada parada os homens serviam-se da comida do balaio do velho burro.
Assim, em poucos dias, andava ele muito feliz e folgado, com seu balaio quase vazio. Enquanto isso, os outros burros ainda suavam com o peso de suas cargas, que não tinham diminuído nem um pouquinho! Pedro Bandeira.

a. No início da viagem, os burros mais novos fizeram gozação com o mais velho. Por quê?


b. Quem levou a melhor no final da viagem? Explique

c. O que você acha que este texto pode ensinar para as pessoas?

2. Separe as sílabas e classifique as palavras em monossílabas, dissílabas, trissílabas ou polissílabas:
a. homens:
b. pássaro:
c. comida:
d. primeiro:
d. velho:

3. Acentue corretamente:lampada, cafe, palacio, parabens, agua ,açucar, ambulancia, também

4. Complete com M ou N :ja ____ ta bo ____ ba ta ____ bor ca ____ tor

5. Ordene as sílabas e forma palavras:
a. LAI O BA: .
b.DO SA PE
c. ROS PA COM NHEI
d. DA MI CO
e. AS RI DA:



O texto a seguir é um narrativa bem engraçada aplicada aos alunos do 4° ano.Neste texto há mistura dos gêneros conto de fadas, onde o personagem conquista o leitor por meio de sua imaginação e criatividade. Vale a pena levar para sala de aula.Adapte ao conteúdo gramatical em que esteja trabalhando.

Texto: TROCA BOLAS

— Atirei o pau no gato-to-to, vamos todos cirandar, o cravo saiu ferido-do-do, para o meu amor passar.— Que mania você tem de misturar tudo, Troca Bolas! — reclamava a meninada. — Assim não dá para brincar de roda. Você nunca canta os versos direito! Troca Bolas era assim mesmo. Adorava confundir tudo.Quando a irmãzinha do Troca Bolas pedia para ele contar uma história, o menino saía com esta: Era uma vez uma menina muito bonita, com a pele branca como a neve, que vivia num castelo de uma madrasta muito má. Um dia, ela colocou um chapeuzinho vermelho e foi levar doces para a vovozinha. Aí ela subiu uma escada e perdeu o sapatinho de cristal. Por isso, a bruxa prendeu a coitadinha numa torre e os cabelos dela ficaram compridos e o príncipe subiu neles para salvá-la... É claro que a irmã do Troca Bolas não entendia nada. Mas como ainda era muito pequena, ria a valer. E assim Troca bolas ia vivendo. Misturava tudo e o pessoal tinha de fazer um esforço tremendo para desmisturar as histórias dele. Um dia a criançada estava brincando na praça, numa tarde de sol, em volta de um laguinho de cimento, quando alguém gritou:— Acudam! A gatinha da irmã de Troca Bolas caiu no lago!— Quem vai entrar no lago para tirar a gatinha de lá?Só que não foi preciso que ninguém se molhasse. Rapidamente, a água do lago começou a baixar e a gatinha conseguiu sair do lago.O que tinha acontecido? Troca Bolas tinha corrido para abrir o registro da água e esvaziar o lago. Todos aplaudiram:— Grande idéia, Troca Bolas! Como é que você pensou nisso?— Muito simples! — respondeu o menino. — Vocês não estavam pensando em tirar a gatinha da água? Pois eu pensei em tirar a água da gatinha.Pedro Bandeira(adaptação)

1)-Responda de acordo com o texto:

a) Podemos dizer que o texto possui o gênero
b) O título do texto combina com a história que você leu? Por quê?

c) O autor do texto é

2)- Leia o 1º parágrafo e escreva o que você descobriu.

3) - Por que o personagem principal da história se chama Troca Bolas?
__

4)- Circule, no texto, o parágrafo em que Troca Bolas conta uma história para sua irmãzinha.
5)- Releia o parágrafo que você circulou. Agora escreva o nome de duas histórias que aparecem nesse parágrafo.



Diga o que essa história tem de diferente das outras história.


6) Leia com atenção as frases abaixo e marque com um ( X ) as expressões que melhor substituem as expressões grifadas:

a) Mas, como era muito pequena, ria a valer.( ) sorria( ) ria muito( ) ria baixo
b) O pessoal tinha que fazer um esforço tremendo para desmisturar as histórias dele.
( ) grande esforço / desfazer ( ) pouco esforço / juntar ( ) relaxamento / bagunçar


7) Que outro título você daria ao texto?
__

8) Explique o que aconteceu com a gata da irmã de Troca Bolas.
__

9) Justifique a afirmativa abaixo.“Ninguém se molhou para salvar a gatinha.”Por quê?
_

10) Circule nas frases as palavras que indicam ação (verbos) e depois, reescreva-as.a) “
Atirei o pau no gato-to-to.”.

b) “Ela subiu a escada e perdeu o sapatinho novo”.


11) Retire do 4° parágrafo uma palavra com:
hiato:
ditongo:
monossílabo

12) Reescreva a frase fazendo a concordância.O menino contou uma história.
Eu
Ele ________________________________________________________
Nós _______________________________________________________
Eles _______________________________________________________
A gente ____________________________________________________

13) Observe as palavras abaixo. Em cada linha há uma palavra escrita incorretamente. Sublinhe essa palavra e reescreva-a de forma correta.
a) curso – promessa – menssagem – travesseiro - caseiro ( ___________________)
b) jeito – gente – hoge – jibóia - tigela.(___________________)
c) conparecer – comprido – combater – lamber compadre (__________________)
d) guiar – aquilo – prequiça - máquina linguiça.(__________________)
e) corrida – assado – morrer – asinar – massa.(_________________)

14)-Retire das frases o sujeito:a)-“Troca Bolas era assim mesmo”.
__________________________________________________________________
b)-“A criançada estava brincando na praça.” _________________________________________________________________
c)- “A gatinha da irmã de Troca Bolas caiu no lago”. __________________________________________________________________

15)-Complete as frases a seguir com os verbos de ação que faltam:
a)- Hoje, eu----------------------------------------um bolo muito gostoso.
b)- Depois do almoço --------------------------bola no campo da escola.
c)- Troca Bolas------------------------------------todas as histórias em uma só.
d)- O gatinho --------------------------------------na lagoa e quase morreu.
e)- Um carro em alta velocidade---------------------------várias pessoas em São Paulo.




TEXTO: O FANTASMA

A televisão não tinha chegado até a fazenda porque a energia era insuficiente. À noite, as mulheres se distraíam ouvindo rádio de pilha enquanto costuravam.Os homens gostavam de se reunir para conversar. O ponto escolhido foi o terreiro de café que ficava entre a casa do administrador e a casa de D. Alzira: portanto, à distância de um grito.(...) Nessa noite, falavam de fantasmas. Cada um tinha uma história, que ouvira contar, ou uma experiência pessoal que infelizmente (ou felizmente?) não provava nada.___Eu me lembro de um caso interessante__disse vicentino.Os ouvintes se aproximaram mais dele. Por que será que gostamos de ficar bem juntinhos quando ouvimos estórias de fantasmas? Para ouvir melhor? Ou porque sentimos mais seguros estando bem perto uns dos outros?“Eu morava__ num sobrado na cidade e todas as noites acordava com um barulho de correntes que se arrastavam no andar de cima.Nada de gemidos ou gritos, nem uma palavra. Só aquela corrente que se arrastava para cá e para lá. Um mistério!Era tão impressionante que eu acordava e não conseguia mais dormir.Depois de uma semana assim__ eu sempre esperando e procurando criar coragem__ pensei comigo: tenho que dar um jeito nesse danado. Arranjei um revólver, nem sei porquê, pois sabia que com fantasma não adianta usar armas, e assim que o barulho começou, subi devagarinho.Quando eu andava, o barulho cessava. Quando eu parava, ouvia a corrente se arrastando.“Ele” devia estar bem perto porque percebia que ia chegando gente. Abri a porta num arranco, entrei depressa e dei um grito para ver se o fantasma se assustava comigo.Sabem que deu certo? Ouvi uma voz rouca e assustadora: roc, rooc, roooc, se não tivesse tão apavorado teria rido a valer.Bem no meio do quarto, todo arrepiado e trêmulo, estava...um papagaio!O bichinho escapava do poleiro todas as noites e “assombrava” a gente passeando de um lado para outro com uma corrente presa na perninha”.Os meninos riram aliviados. Esse fantasma era divertido.Maria Teresa Guimarães Noronha. Férias em Xangrilá.

1) Com relação ao texto podemos dizer que ele é do gênero:
( ) instrucional ( ) narrativo/informativo ( ) narrativo/descritivo ( ) poético ( )guia de turismo ( )bilhete

2) Leia o texto com bastante atenção e responda:
A) Qual é o fantasma da história?__________________________________.
B) Quem contou a história? Quando a contou?________________________.
C) Para quem ele a contou________________________________________.
D) Havia meninos entre a roda de pessoas ou só adultos? Justifique com as palavras do texto .___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
E) Onde estavam os ouvintes da história?__________________________________.
E) Onde aconteceu o caso do fantasma?___________________________________.
F) O Vicentino teve medo do fantasma? ( ) sim ( ) nãoJustifique a sua resposta:____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 3)“ELE ” devia estar bem perto porque percebia que ia chegando gente.O pronome grifado se refere:
( ) a Vicentino ( ) ao papagaio
4) Observe a frase seguinte.”__Eu me lembro__ começou ele__ num sobrado na cidade e todas as noites...” As palavras em destaque são faladas;
( ) por Vicentino ( ) pelas crianças ( ) pelo papagaio ( ) pelo narrador
5) Por que podemos dizer que este é um texto narrativo/descritivo. ____________________________________________________________________________________

6)“A distância de um grito” significa
( ) perto ( ) a uns cem metros. ( ) a uns duzentos metros. ( ) longe.

7)Em “ nos sentimos mais seguros estando bem perto”. Mais seguro significa:
( ) mais presos. ( ) mais protegidos. ( ) econômicos.

8) Em “ um barulho que se arrastavam no andar de cima”. No andar de cima refere-se:
( ) ao barulho das correntes. ( ) ao andar(= caminhar) do fantasma. ( ) ao pavimento superior do sobrado.

8) “Acordava com um barulho de correntes”, no texto é equivalente
a:( ) um barulho de corrente me acordava. ( ) quando acordava ouvia um barulho de corrente.

9)Leia a frase: “teria rido a valer” as palavras destacadas significam:
( ) bastante ( ) para apostar ( ) de verdade ( ) para ganhar a aposta

10) “O bichinho escapava do poleiro todas as noites e “assombrava” a gente”.Os verbos destacados estão no tempo presente, passado ou futuro?______________.
Reescreva a frase passando os verbos para o tempo futuro. ___________________________________________________________________.

11)Escreva uma frase com por que, porque e por quê: _____________________________________________________________________________________













TEXTO: O TESOURO ESCONDIDO

O tesouro escondidoLuis, Paulo e Renato estavam brincando no porão da casa do seu avô. Luis remexia livros e papéis. Paulo e Renato brincavam de pirata. De repente, Luis exclamou:
___Paulo! Renato! Vejam só o que eu achei!
___E balançava na mão um papel encardido e grosso.
___Que papel é esse?
___Indagaram os dois, com curiosidade estampada em seus olhinhos vivos.
___Vocês não vão acreditar! Encontrei um mapa com pista de um tesouro de verdade!Mal acreditando no que viam, os três estenderam o velho papel no chão e passaram a estudá-lo.
___Vejam, o lugar que está apontando no mapa é perto daqui!
___Exclamou Luis.
___Precisamos contar tudo para o vovô.
___Disse Paulo.
___Ora não seja bobo!
___Retrucou Renato.
___Ninguém precisa saber de nada. Vamos logo!Rapidamente, os três saíram do porão, muniram-se de pás e enxadas e puseram-se a caminho do tesouro. Cada um ia pensando no que fazer com tanta riqueza.
___Quero comprar bastante doces!
___Imaginava Luis.
___Hei de ter um montão de brinquedos!
___Contava Renato.
___Vou repartir minha fortuna com os pobres!
___Sonhava Paulo.Paulo, Renato e Luis já se encontravam no lugar onde o tesouro tinha sido enterrado.
Os garotos cavaram longo tempo, sem parar. Já estavam cansados e a ponto de desistir, quando a pá tocou em alguma coisa metálica.Era o momento esperado! Com o coração aos pulos, os três tiraram a terra o mais rapidamente possível.Por fim, depararam com um baú velho e comido pela ferrugem.Fizeram várias tentativas para abri-lo, mas não conseguiram, o fecho estava emperrado. Finalmente depois de muito esforço, o baú foi aberto.Mas que decepção! Nenhum tesouro apareceu a seus olhos. No fundo do baú havia apenas um bilhete do avô fazendo uma brincadeira. Eles concordaram sorrindo.D’Olim Marote

2) Em relação ao texto que você leu,podemos dizer que ele é:
( ) guia turístico ( )Instrucional ( )narrativo/descritivo ( )narrativo/informativo

3) Leia novamente o texto e responda as seguintes perguntas:

A)Em que local os garotos descobriram a pista do tesouro? O que eles estavam fazendo?
__

B)Por estarem cansados, os garotos quase desistiram de continuar a procura do tesouro. O que aconteceu para que eles não desistissem?Reescreva o parágrafo:
__

C)Tinha um tesouro no velho baú enferrujado? O que era então?


4) Reescreva o que cada garoto faria caso ficassem ricos:
Luis: __
Renato:
Paulo:_


Qual dos três, em sua opinião era o mais sensível? Por quê?
__

5)O que significa a expressão grifada da frase a seguir:“Com o coração aos pulos, os três tiram a terra o mais rapidamente possível.” _____________________________________________________________

6) Escreva nas lacunas os verbos que faltam, fazendo a concordância necessária:
A) Os garotos______________no sítio do vovô.(brincar)
B) Os garotos___________longo tempo, sem parar.(cavar)
C) O boi, a vaca, o cavalo_____________capim, mas o leão___________carne de outros animais.( comer e preferir)

7) Reescreva as frases dando o sinônimo (contrário) às palavras grifadas:
a) Rapidamente os três saíram do porão.
b)Era possível encontrar alguém falando a verdade.

8) Complete as lacunas com meio ou meia:
O garoto amanheceu-----------------febril. Mais tarde ele saiu para comprar ------------quilo de café e ------------dúzia de ovos. Ao voltar, sua vó já estava--------------preocupada, com ele. Ela deu -------------copo de água e --------------comprimido de Doril ao menino. Daí à---------hora, ele já estava bom.

9)Produza uma única frase usando as seguintes palavras: dificilmente, tesouro, baú e enferrujado. [


10) Preste atenção nas palavras que a professora vai ditar: _________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

























ATIVIDADE DE LÍNGUA PORTUGUESATEXTO: O LEÃO E O RATO

Uma vez, quando o leão estava dormindo, um ratinho pôs a passear em suas costas. Isso acordou o leão, que segurou com sua enorme pata e abriu a boca enorme para engoli-lo.
__Perdão, rei dos animais ___gritou o ratinho.
__Deixe-me ir, não o importunarei mais. Quem sabe se um dia não conseguirei pagar-lhe este favor?
O leão riu-se muito ao pensar na possibilidade de o ratinho ajudá-lo em alguma coisa. Afinal, soltou-o.
Algum tempo depois, o leão caiu numa armadilha. Os caçadores desejavam levá-lo vivo ao rei, amarraram-no numa árvore, enquanto iam providenciar uma carroça para transportá-lo. Nesse momento, apareceu o ratinho.
Vendo o apuro em que se encontrava o leão, lembrou-se de sua promessa e num instante roeu as cordas que prendiam à árvore.
__Eu não disse que talvez um dia pudesse ajudá-lo? __Lembrou o rato.
(O mundo da criança__contos e poesias.Rio de Janeiro, Delta, 1998)1)

a) Por que podemos dizer que este texto é uma fábula?


b)Qual é a intenção do autor: narrar, descrever ou dar instruções?


c)Para quem foi escrito esse texto?

d)Qual é idéia principal do texto?

e)O que você achou da atitude do ratinho ao passear perlas costas do leão?


f)Qual foi a reação do leão quando o ratinho lhe disse que se ele não o engilisse, um dia poderia pagar-lhe o favor?


g)Qual é a moral dessa fábula


2) Observe o trecho:"___Perdão, rei dos animais____gritou o ratinho. ___Deixe-me ir, não o importunarei mais. Quem sabe se um dia não conseguirei pagar-lhe este favor?"A palavra importunarei pode ser substituída por uma das três palavras abaixo sem mudar seu significado.Qual palavra?
( ) incomodarei ( ) ajudarei ( ) falarei

3)Na fábula há dois trechos escritos na forma de diálogo. Copie do primeiro diálogo:O início:

O final:

4) Leia as palavras a seguir e separe-as em sílabas:
armadilha__________________________ árvore______________________________ ratinho____________________________ animal______________________________ leão______________________________ acordou_____________________________ boca_____________________________ possibilidade__________________________





5) Ligue o animal com o adjetivo que combina com o jeito dele:
Cobra *
Serpente *
Leão *
Macaco *
Elefante *
Cágado *
Ursinho *
Cão *
Burro * • enganador
• inteligente
• pesadão
• macaco
• forte
• fiel
• trabalhador
• carinhoso
• vagaroso

6)Obseve as palavras abaixo, leia em voz alta e depois circule as sílabas pronunciadas com mais força: brisa posto antigamente região sopro moral último líquido surgir mulher cidade África depois roeu leão pata

7)vamos resumir o texto:PARTE IDEIA PRINCIPALPRIMEIRO PARÁGRAFO


SEGUNDO PARÁGRAFO __
TERCEIRO PARÁGRAFO


QUARTO PARÁGRAFO


FINAL


MORAL



Complete as lacunas da Fábula:A onça doente
Leia atentamente uma das fábulas de Monteiro Lobato recontou. Enquanto lê, procure no quadro as palavras que completam as lacunas. Escreva essas palavras nos lugares certos para dar sentido à história.
corra também visitar entra olhar único capivara rastro árvore pudesse salvou fome

A onça doente

A onça caiu da __________ e por muitos dias esteve de cama seriamente enferma. E como não ___________ caçar, padecia __________ das negras.Em tais apuros imaginou um plano.— Comadre irara — disse ela —, _________ o mundo e diga à bicharada que estou à morte e exijo que venham visitar-me.A irara partiu, deu o recado e os animais, um a um, principiaram a __________ a onça.Vem o veado, vem a __________, vem a cotia, vem o porco-do- mato.Veio __________ o jabuti.Mas o finório jabuti, antes de penetrar na toca, teve a lembrança de _________ para o chão. Viu na poeira só rastros entrantes, não viu nenhum _________ sainte e desconfiou:— Hum!... Parece que nesta casa quem __________ não sai.O melhor em vez de visitar a nossa querida onça doente, é ir rezar por ela...E foi o ________ que se _________ .


COMUNICAÇÃO
Texto narrativo: Meu amigo Edu

A campainha soa estridente e o som se espalha pelos quatro cantos do colégio. O diretor se planta no alto do enorme tablado que fica numa extremidade do pátio coberto e, sério, esparrama seu olhar por todos os lados. A um gesto seu os alunos acabam de aglomerar-se à frente do tablado.Dadas as boas-vindas e mais alguns avisos, fomos encaminhados para as respectivas classes.Subi as escadas junto com o Eduardo. Eu o havia acabado de conhecer, perto do ponto de ônibus. Estava sentado no banco de cimento, lendo os comentários de Coríntians 1 x Palmeiras 1.Entramos na classe. Vi lá no meio, perto da janela, o Roberto, a Júlia e a Cristina. Fomos juntar-se a eles. Fiquei admirado da desinibição de meu novo colega. Nem precisei apresentá-lo.
___Olá, pessoal. Sou o Edu. Venho transferido.
___Bem-vindo, Edu ___ disse o Roberto.
___Legal ele, gente! ___completou a Cristina.A conversa morreu aí: o professor já ia entrando....Foi uma aula gostosa.
O seu Rodrigues bateu um “ papo-firme” com a gente, depois bolou umas questões para desenferrujar a memória e ver como é que estávamos em conhecimentos. E ainda sobrou tempo para executarmos as sugestões do seu Rodrigues: escrever, desenhar, rabiscar, pôr no papel o que a gente estava sentindo na hora.Minha admiração pelo Eduardo aumentou.
Vai-me fazer bem sua amizade ___ pensei.
Começou firme, com pé direito: enquanto o professor falava, pregou os olhos nele; não desenhava mal o danado!; para escrever ___ é fogo o Edu! ___ redigiu um bilhetão endereçado à Cristina.
À tardinha fui à casa do meu amigo; íamos sair para comprar livros. Bati à porta. À Márcia ___ caçula da casa ___ voltou-se para dentro e falou: ___ Um seu amigo, Cláudio.___Ô Cláudio!Fui entrando. O Edu estava à vontade em frente à televisão. Puxa, Edu, você é demais. Tá na crista, hein! Sempre por dentro!
___Que nada, Cláudio! Eu sou é comunicativo.( Era mesmo).
JAIRO F. MARTINS
COMPREENSÃO DO TEXTO
:1 - O texto quer principalmente focalizar: ( ) a entrada para as classes
( ) um dia na vida de Cláudio ( ) O primeiro dia de aula em determinado colégio.

2 – Qual o nome da personagem que conta os acontecimentos? Como você chegou a essa conclusão? ___________________________________________________________________________________________________________________________________________
3 – Qual é a personagem central ___ a mais importante ___ do texto?___________________

4 – O texto relembra o primeiro dia de aula. Mas a idéia principal, o que o autor principalmente quer salientar é:
( ) a comunicabilidade do garoto Edu.
( ) mostrar mesmo o que aconteceu no primeiro dia.
( ) entusiasmar os alunos que vão à escola após as férias gostosas.

5 – O texto fala na aula do seu Rodrigues. Aula do quê? Justifique? ______________________________________________________________________________________________________________________________________________________
6 – O Cláudio admirou-se da desinibição de Edu. Por quê? ______________________________________________________________________________________________________________________________________________________
7 – Por que durante a aula, aumentou mais a admiração de Cláudio por Edu? _____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________



..........Texto narrativo - gênero:Fábula..........

TEXTO: O CONSELHEIRO
Contam que um certo lavrador possuía um burro que o repouso engordara e um boi que o trabalho abatera.Um dia, o boi queixou-se ao burro e perguntou-lhe :”Não terás, ó irmão, algum conselho que me salve desta dura labuta?” O burro respondeu: “ Finge-te de doente e não comas tua ração. Vendo-te assim, nosso amo não te levará para lavrar o campo e tu descansará”.Dizem que o lavrador entendia a linguagem dos animais, e compreendeu o diálogo entre o burro e o boi.Na manhã seguinte, viu que o boi não comera a sua ração: deixou-o e levou o burro em seu lugar. O burro foi obrigado a puxar o arado o dia todo, e quase morreu de cansaço. E lamentou o conselho que dera ao boi. Quando voltou à noite perguntou-lhe o boi: “Como vais, querido irmão?”. Vou muito bem, respondeu o burro. Mas ouvi algo que me fez estremecer por tua causa. Ouvi nosso amo dizer:” Se o boi continuar doente, deveremos matá-lo para não perdermos sua carne. Minha opinião é que tu comas tua ração e voltes para tua tarefa a fim de evitar tamanho infortúnio”.O boi concordou, e devorou imediatamente toda a sua ração.O lavrador estava ouvindo, e riu.
Do livro,As mil e umas noites, apud Mansour Chalita, As mais Belas Páginas da Literatura Árabe, Rio de Janeiro. Ed. Civilização Brasileira, 1967,p.281.COMPREENSÃO DO TEXTO:

1 – O conselheiro de que fala o título do texto é:
( ) o boi; ( ) o burro; ( ) o lavrador; ( ) um amigo do lavrador

2 – De quem partiu a iniciativa, isto é, o desejo do conselho: do boi ou do burro? _________________________________
Justifique sua resposta baseando-se no texto: _________________________________________________________________________
3 – Por que o boi foi pedir conselho ao burro? _________________________________________________________________________
4 – Surtiu efeito, isto é, foi bom para o boi o conselho? _____________________________Justifique sua resposta, com palavras do texto: _____________________________________________________________________________________________________________.
5 – Foi bom para o burro ter dado o conselho ao boi? Por quê? _________________________________________________________________________
6 – O burro ficou prejudicado pelo conselho que deu ao boi. Como consegui safar-se da nova situação? ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________
7 – A qualidade do burro que mais se destaca na história é:( ) a esperteza; ( ) a maldade; ( ) a preguiça; ( ) a bondade
8 – No lavrador o que mais nos chama a atenção é:( )a paciência ( ) a compreensão; ( ) a esperteza;*Justifique a sua resposta:______________________________________________________________________________________________________________________________9 – Assinale a alternativa que melhor se relaciona com o texto:( ) o boi é um animal preguiçoso ; ( ) o boi é um animal guloso;( ) o burro é um animal bem burro mesmo ;( ) o burro é um animal esperto;( ) o lavrador conversava com os animais;10 – Esse texto pertence ao tipo de história com o gênero FÁBULA porque:( ) é uma história imaginária cujas personagens são animais que conversam, e atrás da história esconde um ensinamento.( ) é uma história muito bacana, bem interessante, o que caracteriza uma fábula.( ) é uma história inventada.VOCABULÁRIO E EXPRESSÃO DO TEXTO:1 – Em “ possuía um burro que o repouso engordara”, repouso significa:( ) sono suficiente; ( ) preguiça; ( ) falta de trabalho, pouco trabalho;2 – Em “ o nosso amo não te levará para lavrar”, amo significa:( ) que o boi e o burro se amavam como irmão;( ) patrão, dono;( )que o dono gostava dos dois animais;3 – “Não te levará para lavrar o campo”. A palavra em destaque lavrar é o equivalente a:( ) plantar; ( ) arar; ( ) cultivar;4 – Transcreva as frases, mas substituindo as palavras destacadas pelas do texto:a) O burro ficou muito cansado.___________________________________________________________________b) E se arrependeu do conselho que dera ao boi.___________________________________________________________________c) Ouvi algo que me fez ficar muito preocupado com você.____________________________________________________________________5 – “ Não terás, ó irmão, algum conselho que me salve desta dura labuta”? O que significa labuta?__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário